26 de agosto de 2011

cozido de abraços: batatinha, cenoura e abobrinha com noz moscada


Este é um cozidinho de legumes pra doentes, tristinhos, gente de má vontade, deprimidos de domingo, azedos de segunda-feira e de outras mazelas inevitáveis que acometem a gente e nos deixam com vontade de ganhar abraço da mãe. Não tem mãe perto, vai um cozidinho mesmo.

A graça dele é a batatinha com casca. Eu amo batatinha com casca.

batatinhas com casca (faz tempo que eu fiz, não lembro quantas eram... talvez umas 10) cortadas em quatro
1 cenoura grande em cubinhos
1 abobrinha em cubinhos
1/2 cebola picadinha
1 dente de alho esmagado e picado
sal e noz moscada
1 tomate em cubinhos
azeite de oliva para refogar


Refoguei a cebola no azeite e, depois que ficou transparente, coloquei o alho. Em seguida, o tomate e mais azeite. Deixei em fogo baixo e tampei a panela. Em seguida, as batatinhas e um pouco de água fervente, só até cobri-las sem folga. As cenouras vão alguns minutos depois, porque estão em pedaços menores e demoram menos para cozinhar. E por fim, a abobrinha quase no final, porque cozinha muito rápido e se passar do ponto fica sem graça. Temperei e pronto.

4 comentários:

  1. Olha só, noz moscada na sopa?
    Algo novo pra experimentar quando bater aquela depret de domingo.
    Tudo certo por aí, pequena?

    :*

    ResponderExcluir
  2. "cozido de abraços". que lindo isso!

    ResponderExcluir
  3. oi, flo. a noz moscada é minha companheira sempre que dá, não há limites no uso dela.

    oi, dani. obrigada. a comida, pra mim, é um conforto igual ao dos chamegos.

    ResponderExcluir
  4. E se vc estiver beeem triste mesmo, capricha na noz moscada e aproveita a viagem :D

    ResponderExcluir