30 de setembro de 2012

fazer pão, uma aventura


Dia desses me deu uma vontade de fazer essa receita da Flora de novo. Tudo conspirava a favor: tinha fava de baunilha, uma noite livre e um quilo de farinha. Só minhas lombrigas sabem o quanto eu quis comer um pãozinho destes.

Mas é preciso dizer que nem tudo fez sentido. Naquele dia, roubaram meu capacho. Sim, amigos, o absurdo: roubar um tapete de porta de R$ 15 (o meu era mais bonito e foi presente). Desolada, indignada, ultrajada, fui bater à porta dos vizinhos que estavam sem tapetes também. Aparentemente, a senhora da porta ao lado não vai com a minha cara. "Ela tá dizendo que pegaram o tapete dela" e bateu a porta na minha cara. Tchau pra senhora também, dona vizinha. Não é fácil a convivência.

Superada esta história, arregacei as mangas e fiz pães recheados. Já tinha feito uma vez (aqui), só que pensei que um passo a passo seria mais convidativo. Aí vai:


1. Açúcar e fermento.
2. Açúcar, fermento e leite.

2 colheres de chá de fermento biológico seco
1/2 colher de sopa de açúcar
240 ml de xícara de chá de leite morno (morno, minha gente!, não vamos matar o fermento)

Misturar tudo, deixar fermentar por 10 minutos com um pano de prato em cima.


3. 10 minutos depois, colocar o restante dos ingredientes.
4. Adicionar farinha de trigo aos poucos e mexer com uma colher de pau.

1 colher de azeite de oliva
1 ovo grande em temperatura ambiente
4 1/2 colheres de sopa de açúcar
1/2 colher de chá de sal
1/2 colher de chá de essência de baunilha
1 colher de chá de canela em pó bem cheia
3 xícaras de farinha de trigo
recheio à sua escolha (eu usei uma geleia de manga, maçã e gengibre que tinha feito há uns meses)

Depois dos 10 minutos de fermentação, misturar o restante dos ingredientes (o azeite de oliva, o ovo, o restante do açúcar, o sal, as sementinhas da fava de baunilha e a canela) com uma colher de pau. Aos poucos, peneirar a farinha e bater com a colher, até ficar no ponto de sovar com a mão. Pode ser que precise de um pouco mais de farinha no final para que a massa não grude. Sovar bem e deixar descansar por uma hora com um plástico e um pano de prato por cima em um ambiente morno. Minha solução foi colocar uma bolsa térmica dentro do forno e a vasilha na grade superior.


5. Massa sovada, hora de deixar descansar.
6. Uma hora depois, ela dobra de tamanho.

Cortar a massa em oito pedaços e com cada um, fazer duas bolinhas de massa e abrir para rechear. Fechá-las unindo as bordas.

7. Cortar a massa em oito pedaços: cada um rende dois pães. Abrir e colocar a geleia ou doce de sua preferência.

Colocar cada pão em cima de uma forma forrada com papel manteiga e deixar tapado com plástico e toalha de louça em um ambiente morno por 45 minutos. Assar em forno pré-aquecido a 180 graus por mais ou menos 20 minutos.

9. Prontos!
8. Já crescidos e indo pro forno.

5 comentários:

  1. geleia de manga, maçã e gengibre... meu deus, isso deve ter gosto de céu!

    ResponderExcluir
  2. Muito convidativos! Quero ir no mercado AGORA e fazer!

    ResponderExcluir
  3. 1. Morro de vontade de experimentar essa geléia.
    2. Que morenos cor de jambo coisa linda de meu deus!
    Nunca um pão meu teve tanta melanina. Hahah

    E cadê que a gente cozinha juntas, hein? Cadê?
    Beijo grande!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. pois, é, menina, QUEDELHE nós duas fazendo bagunça nessas cozinhas do brasil?

      eita saudade! :*

      Excluir
  4. Nossa, fiquei sem forno por alguns vários meses sofridos... E agora TENHO QUE fazer pão urgente! Lindos de viver estes aí!
    E a géleia... ♥ ♥ ♥ MANGA ♥ ♥ ♥

    ResponderExcluir